sexta-feira, 1, julho, 2022

Amor, Sublime Amor | Tudo que você precisa saber sobre a nova releitura do musical

O icônico Amor, Sublime Amor está ganhando uma nova releitura, dessa vez dirigida por Steven Spielberg.

Confira tudo o que você precisa saber sobre a nova versão desse clássico.

Versões clássicas

Amor, Sublime Amor foi originalmente musical da Broadway de 1957 e posteriormente um filme em 1961 com Robert Wise e Jerome Robbins, um sucesso monumental. Ele venceu em dez categorias do Oscar®, incluindo a de Melhor Direção para Robbins e Wise, Melhor Atuação para Rita Moreno e George Chakiris, além de outras categorias como Fotografia, Edição, entre outras.

As origens do musical

O musical Amor, Sublime Amor é mais do que apenas um filme clássico e uma produção histórica de referência da Broadway. É um símbolo cultural americano, amado por um grande público internacional e que já ganhou diversos revivals, tanto profissionalmente quanto em produções amadoras em países do mundo inteiro.

Criado por quatro indiscutíveis gênios – o diretor e coreógrafo Jerome Robbins, o compositor Leonard Bernstein, o letrista Stephen Sondheim e o dramaturgo Arthur Laurents –, o espetáculo estreou na Broadway em 26 de setembro de 1957, no Winter Garden Theater, e teve 732 apresentações.

Releitura: Expertise Spielberg

O novo longa se passa na Nova York de 1957 e explora o amor proibido entre Tony (Ansel Elgort) e María (Rachel Zagler), e a rivalidade entre os Jets e os Sharks, dois grupos de adolescentes com diferentes passados.

O filme é dirigido por ninguém menos que o aclamado cineasta Steven Spielberg, responsável por clássicos como TubarãoE.T – O ExtraterrestreJurassic Park, a franquia Indiana Jones e muitos outros.

Amor, Sublime Amor | Tudo que você precisa saber sobre a nova releitura do musical 1
Diretor Steven Spielberg e Rita Moreno em Amor, Sublime Amor

De acordo com Spielberg, Amor, Sublime Amor foi um filme “assustador” de se fazer. “É muito intimidante pegar uma obra-prima e fazê-la através de um olhar e sensibilidades diferentes, sem comprometer a integridade do que é comumente considerado a melhor música já composta para o teatro”, afirmou o diretor. “Mas acredito que excelentes histórias devem ser contadas e recontadas ao longo dos anos, em parte para poder refletir diferentes perspectivas e períodos na obra”.

Ele complementa: “O risco deste empreendimento não foi despercebido por nenhum de nós. Mas todos os envolvidos entraram neste projeto com amor e respeito enormes, que beiravam a reverência pelo espetáculo e, obviamente, por seus lendários criadores. Mas também sabíamos que tínhamos que fazer um filme para a nossa época e fazê-lo com uma compreensão contemporânea e com os valores contemporâneos que assumimos”.

O cineasta acredita que, não importa o quanto o mundo tenha mudado, as lições e insights que o filme oferecem permanecem as mesmas. “É uma história que tem cativado o público por décadas porque não é somente uma história de amor, mas também é uma obra culturalmente significativa, com uma premissa central que não perdeu sua relevância ao longo do tempo: que o amor transcende o preconceito e a intolerância”.

Elenco

O elenco da nova versão de Amor, Sublime Amor é um show à parte. O filme é estrelado por Rachel Zegler (interpretando María), Ansel Elgort (Tony), Ariana DeBose (Anita), David Alvarez (Bernardo), Mike Faist (Riff), Brian d’Arcy James (Policial Krupke), Corey Stoll (Tenente Schrank) e Josh Andrés Rivera (Chino).

Rita Moreno, que participou do elenco do filme de 1961 como a personagem Anita, integra o novo elenco como a personagem Valentina. A atriz, que também atua como produtora executiva no longa, é uma das três artistas no mundo a serem homenageadas com um Oscar®, Emmy®, GRAMMY® e Tony®.

Amor, Sublime Amor | Tudo que você precisa saber sobre a nova releitura do musical 2
© 2020 Twentieth Century Fox Film Corporation. All Rights Reserved. Photo by Ramona Rosales. (Left to Right:) Anybodys (Ezra Menas), Mouthpiece (Ben Cook), Action (Sean Harrison Jones); Jets leader Riff (Mike Faist); Baby John (Patrick Higgins); Tony (Ansel Elgort) and Maria (Rachel Zegler); Maria’s brother and Sharks leader Bernardo (David Alvarez); and Sharks members Quique (Julius Anthony Rubio), Chago (Ricardo Zayas), Chino (Josh Andrés Rivera), Braulio (Sebastian Serra) and Pipo (Carlos Sánchez Falú).

Cindy Tolan, que liderou o casting, afirma: “Steven me disse que a única maneira de fazermos este filme era com a escolha adequada do elenco, e ele e Kristie me deram tudo o que eu precisava para fazê-la desta maneira. Eu também tinha um incrível grupo me apoiando, especialmente meu sócio Nicholas Petrovich, que trabalhou muito próximo a mim”.

“Senti que a minha função era muito clara: todos os Sharks, Maria, Anita, Bernardo e Chino devem ser latinos”, diz Tolan. “E eles também devem ter os três pilares, ou seja, devem saber cantar, dançar e atuar. Na verdade, os quatro pilares, porque há uma quarta dimensão: a câmera deve amá-los”

Quando Amor, Sublime Amor estreia?

Amor, Sublime Amor estreia em 09 de dezembro, exclusivamente nos cinemas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por Favor insira seu nome aqui

Conheça mais produções

Siga nossas redes

Tem conteúdo exclusivo por lá
6,825FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
4,221SeguidoresSeguir

Recentes

Conteúdo fresquinho

Filho da Mãe | Prime Video anuncia filme Original com o último trabalho inédito do comediante e ator Paulo Gustavo

Com humor e emoção, o documentário -- com direção geral de Susana Garcia e codireção da irmã de Paulo, Jú Amaral -- aborda a relação do ator com sua mãe, Déa Lúcia, por meio de imagens exclusivas dos bastidores de suas turnês, além de entrevistas com amigos e familiares

Mais artigos do autor

Filho da Mãe | Prime Video anuncia filme Original com o último trabalho inédito do comediante e ator Paulo Gustavo

Com humor e emoção, o documentário -- com direção geral de Susana Garcia e codireção da irmã de Paulo, Jú Amaral -- aborda a relação do ator com sua mãe, Déa Lúcia, por meio de imagens exclusivas dos bastidores de suas turnês, além de entrevistas com amigos e familiares

Crítica | The Terminal List- 1ª Temporada

The Terminal List é uma série interessante, com teorias que vão prender suas atenção. Dicas e contrapontos servem tanto para elevar o suspense como para fazer críticas pontuais e sem medo.

Crítica | Em Casa com os Gil- 1ª Temporada

Em Casa com os Gil é um doc reality emocionante e carinhoso, que passa um exemplo para as famílias através de uma que conseguiu ter o amor no centro de sua criação.
pt_BRPT_BR
Thunder Wave-Filmes, Séries, Quadrinhos, Livros e Games Thunder Wave